quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Quarta feira de amor



A nossa Quarta feira não é de cinzas
Pois o nosso amor arde e sempre arderá
Em brasa fumegante.
Mas quantas manhas de cinzas
Não parece ser sinas
Na vida das pessoas
Que buscam a felicidade
No colorido de um carnaval
Onde as suas cores desmancharam-se
Formando em uma quarta feira o tom de cinza?

Leandro Medeiro Santos 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...