terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Esperança



Quantas esperanças terão que morrer, quantas decepções serão necessárias para extermina-las? Ela é como Hidra de Lerna que se regenera quando a sua cabeça é decapitada, com a diferença que a esperança é um atributo dos mortais, que possuem apenas uma cabeça. O tempo é o que há de mais escasso na vida, e quanto tempo foi desperdiçado para que não haja mais desperdício de tempo? Queria eu que fosse o suficiente, mais talvez ainda não foi o bastante para que alguns sonhos não transformem-se em pesadelos.

Por: Leandro Medeiros Santos
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...