segunda-feira, 30 de abril de 2012

Declaro-me em um poema para as suas poesias



São tantas palavras, frases e versos.
Poemas, poesias, sonetos, tão belos.
E muitos deles não compreendo confesso.
Entendo o que te inspirou
 Sei que também foi o nosso amor
O qual eu conjugo
No presente e no nosso futuro
Mais do que perfeito.
As palavras usadas varias delas desconheço-as
Quantas vezes as declarações preciso rele-las
               E mesmo assim, algumas delas você ainda traduz.
Sinto-me por alguns instantes em um ambiente sem luz.
Tentando com as minhas melodias
Iluminar uma folha de papel
Em que eu escreva as palavras
 Que venha a enxerga-las
Ao menos um pouco como as vejo
 A beleza intensa do seu amor e desejos
Em poemas poesias e sonetos

Leandro medeiros santos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...