sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Para sempre


Já não é mais nenhuma novidade
 Que não há mais novidades no novo
Que esse mundo é um álbum
 De figurinhas repetidas
Mas mesmo assim não vivo
Sem alguns clichês
Sem o trivial
Sem o óbvio
Sem o previsível
Que não banaliza
Que não vulgariza
Que não me cansa de
Todos os dias declamar
Que para sempre irei te amar

Por: Leandro Medeiros Santos


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...