domingo, 9 de setembro de 2012

Primeiro ano da nosso Eternidade


Nove de setembro faz um ano que Deus nos apresentou, se acreditasse em reencarnação juraria que fomos apresentados desde sempre, e para sempre como dois amantes. No inicio de nossa história havia profetizado em forma de melodias e poesias o nosso amor, canção essa que se chama profecia, que diz o seguinte:
Ela estava tão perto e ao mesmo tempo tão distante
E longe se encontra mais próxima
Do que quando estava tão distante
Meu olhar perde-se no horizonte
E o meu coração te enxerga além dos montes
Quando nos encontrarmos
Será como se sempre nos amassemos
Os meus beijos serão reconhecidos pelos seus seios e lábios
Vou te pegar em meus braços
O teu corpo reconhecerá os meus abraços...
Vou te pegar em meus braços
Levantar-te-ei até os meus lábios
E diremos mais do que mil palavras
A bebida da paixão que transborda do teu cálice
Hei de beber até te embriagar
Nos seus encantos iremos nos amar
E quando estivermos sóbrios
Os nossos corpos pedirão mais uma dose
Até a ultima gota diária da paixão
Eu não sou só meu
Agora sou completamente teu.
O curioso é que só nós encontramos quando estávamos longe, e não quando estávamos bem pertos. O face nos possibilitou esse encontro, pena que infelizmente hoje é lugar hostil ao nosso amor, a felicidade alheia incomoda algumas pessoas. Como nosso amor com a ajuda de Jeová enfrentou tudo para chegar até aqui, enfrentaremos o que for preciso para chegarmos à eternidade. Ninguém trouxe tanto amor para minha vida como você: Proteção, respeito, dedicação, carinho, companheirismo, sabedoria, beleza, fidelidade e muita paixão, ninguém nunca antes na historia da minha vida, deu tanto de se, para mim, espero que eu tenha sido a pessoa que mais se doou para você.
Eu te amo muitoooooo eternamente, Amém.

Ass. Leandro Medeiros Santos


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...