quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Discrepância





Já me hospedei em hotel 5 estrelas
E outros que davam para vê constelações
Pelas falhas das telhas
Já degustei boas comidas
E ouvir o meu estomago roncar
Já me trajei com terno e gravata
E calcei sandálias e roupas rasgadas
Já tomei banho de piscina
E em aguas turvas de cacimba
Já visitei belas praias
E açudes lamacentos
Já assistir bons filmes no cinema
E TV em preto e branco pela janela do vizinho
Já me sentei à mesa com poderosos
E conversei com mendigos nas ruas
Mas a maior discrepância da minha vida
Foi quando te conhece
Pois as outras diante de ti
Não posso nem compara-las
As vezes que o meu estomago roncou
Pois nada que já viver, posso equipará ao nosso amor.

Por: Leandro Medeiros Santos
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...