terça-feira, 7 de agosto de 2012

As nossas canções não cantam mais



As rosas nunca falaram, e hoje tão pouco elas exalam
Aquarela perdeu o seu colorido 
Oceano morreu afogado
A asa branca não voa mais
A garota de Ipanema perdeu a sua graça
Você já não é mais linda
O Pierrô apaixonado não canta mais
Cartomante não prever mais nada
Luz negra se encontra ainda mais só
Dom de iludir, agora é da mentira
Preciso me encontrar
Só que em meio a tanta poluição sonora
Não vão te achar
Águas de Março não fecham mais o verão
Pois não caminham cantando e seguindo
Essas canções atrás do trio elétrico
Que só não vai quem já morreu
Talvez seja por isso que essas e outras tantas canções
Estejam mortas para muitas pessoas
Provavelmente para as mesmas que estão vivas
Atrás na frente ou do lado de um trio elétrico
Pergunto-me retoricamente que País é esse?
Pois prefiro não falar nenhum palavrão
Já bastam os que são mencionados
Em algumas letras analfabetas
Espero que agora não me convidem mais
Para essa festa pobre
Pois eu não posso ficar

Por: Leandro Medeiros Santos


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...